TETRA

TETRA, ou TErrestrial Trunked Radio, é um protocolo de rádio trunking digital criado e gerenciado pela ETSI, um instituto internacional que produz e mantém protocolos de comunicações que usamos todos os dias (por exemplo, o protocolo GSM usado pelos celulares).

O sistema TETRA é um sistema de rádio troncalizado, ou seja, usa infraestrutura para conectar a vários pontos e bases de rádios, formando assim redes maiores, que em alguns casos cobrem países inteiros.

É um sistema de rádio trunking digital TETRA. Especificamente, é um sistema baseado na técnologia TDMA, similar aos sistemas de telefonia celular. Isso permite mais comunicações num mesmo espectro frequência quando comparado a um sistema convencional, cumprindo os requisitos de muitos países e aumentando a eficiência em espectros altamente ocupados.

Por que criaram o Protocolo TETRA?

O protocolo TETRA foi pensado para usuários PMR (Professional Mobile Radio – Rádio Profissional Móvel), especialmente para usos em agências governamentais, segurança pública (polícias, bombeiros e ambulâncias), serviços de emergência, etc. Essas organizações têm alguns requerimentos especiais que os diferenciam de usuários comuns de rádios:

  • As comunicações têm que ser seguras, sem possibilidades de escutas não autorizadas;
  • Comunicações importantes tem que ser completadas (por exemplo, em casos de emergências);
  • Grupos de comunicações devem poder ser criados para possibilitar comunicações entre diferente organizações em eventos especiais ou emergências;
  • O protocolo tem que ser aberto suficiente para incorporar novos usos e aplicações.

Essas necessidades levaram ao desenho do protocolo de rádio troncalizado digital TETRA, que contempla mecanismos para assegurar que todas essas funções e necessidades sejam cumpridas. Portanto, o protocolo TETRA é um protocolo seguro, com vários mecanismos de segurança e criptografia, feito para funcionar em situações exigentes de emergências, e com uma lista abrangente de funções que, hoje em dia, são usadas por profissionais usuários de rádios em vários mercados diferentes.

Quem controla o Protocolo TETRA?

Existe uma associação chamada TETRA Association que desenvolve o protocolo TETRA e o publica para que os diferentes fabricantes usem as especificações em seus desenvolvimentos. Os membros dessa associação são:

  • Fabricantes de Infraestrutura TETRA
  • Fabricantes de Terminais TETRA
  • Usuários TETRA
  • Fabricantes de aplicações e soluções baseadas no protocolo Trunking digital TETRA

Qualquer membro pode propor uma nova aplicação ou implantação á associação, e uma equipe técnica estudará a proposta. Se passar por todos as aprovações da associação, essa proposta será integrada ao protocolo, e será publicada para que os demais fabricantes possam fazer aplicações ou soluções compatíveis com a função proposta.

Além disso a associação tem uma outra função, que é comprovar que as diferentes funções do protocolo funcionem corretamente entre os diferentes fabricantes. Isso é feito através de testes que se realizam algumas vezes ao ano, onde os diferentes fabricantes se juntam e testam seus equipamentos. Os testes são supervisados por um organismo independente, que depois emite um certificado detalhando quais funções funcionam e quais não. Esses certificados se chamam IOP (Certificados de Inter Operabilidade), e podem ser baixados gratuitamente do site do TETRA Association.

O que faz o Protocolo TETRA ser diferente de outras tecnologias?

A grande diferença do protocolo TETRA é que é um protocolo aberto, mas controlado pela TETRA Association. Fruto de ser uma de rádio tecnologia aberta (ao contrário do P25 ou da TETRAPOL) o TETRA tem tido uma evolução muito rápida já que os vários fabricantes vão desenvolvendo novas funcionalidades para poderem se destacar da concorrência.

O TETRA é hoje a tecnologia de rádio topo para um conjunto de aplicações como segurança pública (polícias, bombeiros, ambulâncias, defesa civil), forças armadas (TETRA nos Jogos Militares 2011), aeroportos (TETRA na Infraero), transportes, energia, e tudo o que seja utilização PROFISSIONAL de rádio.

Benefícios do TETRA

TETRA é um protocolo aberto

O protocolo de rádio Troncalizado Digital TETRA é aberto e está disponível para qualquer fabricante. É um protocolo criado e mantido pela ETSI, agencia de padronização internacional que criou muitos dos protocolos usados hoje em dia, entre eles o protocolo GSM.

Por ser um protocolo aberto, usuários e fabricantes podem propor melhorias e modificações que são analisadas pela TETRA Association e muitas vezes adicionadas ao protocolo TETRA. Isso significa que é um protocolo em evolução constante baseado nas necessidades dos usuários.

Compatibilidade assegurada

A TETRA Association testa e checa que todas as funcionalidades do protocolo funcionem entre os diferentes fabricantes de infraestrutura e terminais. Isso acontece em testes que ocorrem durante o ano e são supervisados por agências independentes, e finalmente concluem em certificados que indicam, para cada produto testado, quais funções funcionam e quais não. Esses certificados podem ser baixados gratuitamente no site da TETRA Association.

Com isso usuários de sistemas TETRA poderão selecionar os produtos que melhor se adaptem ás suas necessidades, e desenhar suas soluções com produtos de diferentes fabricantes sem qualquer problema.

Vários fabricantes

Isso se resume em uma palavra: COMPETITIVIDADE. Todos fabricantes de equipamentos TETRA sabem que para conquistar e manter seus clientes deverão ter produtos adequados ás necessidades dos clientes, e deverão prover boa atenção e serviço pós-venda aos seus clientes.

Com o Sistema Trunking Digital TETRA, o usuário não está preso a uma marca ou fabricante.

Uso eficiente do espectro

TETRA funciona em canais de 25 kHz. Cada canal está dividido em 4 slots de tempo, cada um capaz de levar um canal de áudio. Portanto, efetivamente, cada canal de áudio ocupa 6.25 kHz.

Isso permite que usuários cumpram com normas regulatórias e maximizem a capacidade de suas bandas de frequências.

Evolução continua

O protocolo TETRA está em crescimento constante com adições e melhoras propostas por fabricantes e usuários. Qualquer necessidade ou funcionalidade pode ser resolvida e proposta à Associação para ser adicionada no protocolo.

Com o Sistema Trunking Digital TETRA, usuários poderão adicionar funcionalidades ao sistema no futuro.

Várias faixas de frequência

Produtos TETRA estão disponíveis em várias faixas de frequências, desde 299 MHz até 800 MHz.

TETRA está disponível independentemente da regulação local ou da faixa designada.

Diversas aplicações e soluções

O protocolo TETRA foi publicado inicialmente em 1995, e já está em funcionamento na Europa por mais de 10 anos. Por isso várias empresas já desenvolveram diversas soluções para as mais diferentes necessidades, e hoje comercializam essas soluções.

Já existem soluções e acessórios criados para equipamentos TETRA que podem facilmente ser integrados. O usuário não precisa reinventar a roda.

Associação TETRA

A TETRA Association nasceu em 1994 como um foro onde todos interessados – fabricantes, usuários, desenvolvedores, etc – pudessem ser representados. Hoje a TETRA Association representa a mais de 150 organizações em todo o mundo, e conta com vários grupos locais e focados em aplicações específicas.

Seu objetivo é promover e difundir o uso de TETRA, e suportar ações necessárias para assegurar a disponibilidade de espectro para não limitar o crescimento operacional de sistemas TETRA.

Quem pertence a Associação TETRA?

  • Fabricantes de infra-estrutura
  • Fabricantes de terminais
  • Desenvolvedores de soluções e aplicações
  • Usuários
  • Operadores de redes

Qualquer organização interessada em TETRA pode formar parte da associação, e assim terá acesso a toda informação, poderá participar de foros técnicos, etc.

Interoperabilidade

Para o usuário final, a principal função da Associação TETRA é assegurar que produtos de diferentes fabricantes funcionam entre si. Para isso a associação conduz testes de interoperabilidade entre fabricantes de infra-estrutura e terminais para comprovar que as diferentes funcionalidades operam de maneira apropriada.

Esses testes são realizados periodicamente nas instalações de algum dos fabricantes, e são supervisados por organismos independentes que checam quais funções funcionam e quais não. Os resultados são publicados em certificados de interoperabilidade que estão disponíveis para todos no site da associação. Para visualizar estes certificados clique aqui.

Com isso, o usuário tem a segurança que poderá comprar equipamentos de diferentes fabricantes para encaixar com suas necessidades ou caso haja problemas no futuro.

Quais são as outras funções da Associação?

  • Promover a utilização do protocolo TETRA: A associação co-organiza um grande evento anual, o TETRA World Congress, que reúne todos os principais fabricantes e desenvolvedores de TETRA no mundo. Além disso, a associação também organiza congressos locais em diferentes países do mundo. No Brasil, um evento foi organizado no Rio de Janeiro em 2010. Para 2011, o evento será em Brasília.
  • Representar seus membros: A associação representa seus membros em ações necessárias, como por exemplo para designação de espectros de frequências.
Sepura STP9000Sepura STP9200Sepura SC2020Motorola MTP3000Motorola MTP6000Motorola MTP8000exSepura STP8X100Sepura Atex STP8X000Motorola MTM5000Motorola MTM5400Sepura SRG3900Sepura eXTRAS SoloEstação Base MTS1Estação Base MTS2Estação Base MTS4Estação Base MTS4LSepura FR400IP Console MCC-7500